PT / EN
 




A bolsa Appleton, no montante de 9,000 euros, destina-se a artistas portugueses residentes em Portugal, com idade mínima de 25 anos, para residência numa cidade estrangeira durante cinco meses. Nesta primeira edição, a cidade escolhida é Bruxelas.

Documentos para a candidatura:
Documento comprovativo de nacionalidade

Documento comprovativo de residência

Carta de intenções com o máximo de 300 palavras

Portfólio em PDF

CV com o máximo de 300 palavras

Prazo:
Até às 23h59 de 31 agosto de 2019

A candidatura tem de ser enviada por e-mail para bolsa@appleton.pt.
Só serão aceites candidaturas por esta via e com toda a documentação pedida.


*

A bolsa Appleton tem por objectivo apoiar um(a) artista de nacionalidade portuguesa e residente em Portugal, com idade mínima de 25 anos, para residência numa cidade estrangeira durante cinco meses. A cidade escolhida nesta primeira edição é Bruxelas, e a residência terá de realizar-se entre início de fevereiro e final de junho, ou entre início de março e final de julho de 2020.
Os documentos necessários para a candidatura são: cópia de cartão de cidadão ou similar, documento comprovativo de residência, carta de intenções, na qual a/o artista expõe as razões e motivações para a sua candidatura, portfólio e CV.
O júri é constituído por Vera Appleton, Luísa Santos e Miguel Wandschneider.
Numa primeira fase, o júri seleccionará os candidatos finalistas. Numa segunda fase, o júri fará uma entrevista com cada um dos finalistas, de modo a seleccionar o vencedor da bolsa.
As decisões do júri não são passíveis de qualquer apelo ou recurso.
Todos os candidatos serão informados se foram ou não seleccionados como finalistas até 30 de setembro. Cada um dos finalistas será convocado para uma entrevista com o júri a ter lugar entre 15 de Outubro e 15 de Novembro.
O vencedor da bolsa será anunciado até 30 de Novembro de 2019.
A bolsa Appleton tem o valor de 9,000 euros. A Appleton encarregar-se-á da compra dos bilhetes de avião de ida e de regresso e do pagamento do alojamento, assim como do pagamento do seguro de acidentes pessoais, despesas que serão deduzidas do valor da bolsa. A verba sobrante irá sendo entregue ao bolseiro, durante a sua residência em Bruxelas, mediante apresentação de facturas ou recibos justificativos das despesas, em nome da Appleton Associação Cultural.
A bolsa será cancelada caso o bolseiro não resida em Bruxelas durante o período estipulado de cinco meses.

A Appleton Associação Cultural poderá tratar os dados pessoais recolhidos neste contexto diretamente e/ou através de entidades subcontratadas para o efeito. No âmbito e para os efeitos da atribuição e gestão da bolsa, a Appleton Associação Cultural poderá comunicar os dados dos candidatos a entidades parceiras, para efeitos de gestão de publicações e de comunicações institucionais. Estas entidades poderão estar sediadas dentro do território da União Europeia ou fora, sendo que, neste último caso, serão a todo o momento empregues mecanismos adequados, ao abrigo da legislação aplicável,  para salvaguardar a segurança dos dados pessoais tratados.



   
sobre   apoios   bolsa   imprensa   contactos   2007-2018
Mecenas: HCI / Colecção Maria e Armando Cabral